Futevôlei

Quando surgiu o Futevôlei?

O futevôlei nasceu nas praias de Peruíbe, no ano de 1975, quando Wilson Milhomem, conhecido como "Patola" e Laciney, começaram a tocar a bola, mas pelo alto. Com isso, começaram a usar além do pé, o ombro e a cabeça. Nisso, olharam uma rede de volêi que havia na praia e começaram a jogar como se fosse volêi, mas com o pé, ombro e cabeça, dando origem assim ao chamado "futevôlei".
 
É um esporte com bola, praticado em quadras de areia (bem parecida com a de vôlei de praia) com as medidas de 9m de largura e 18 de comprimento, dividida ao meio por uma rede com 2,20 m de altura.
 
É jogado em sistemas de duplas (2x2), trios (3x3) ou quartetos (4x4) masculinos, femininos ou mistos. Deve-se tocar a bola com qualquer parte do corpo, exceto os braços, antebraços e as mãos, como no futebol.
 
Cada dupla pode dar até 3 toques na bola, sendo que um jogador não pode tocar duas vezes seguidas — tal como no vôlei ou vôlei de praia.
 
O jogo é disputado, como no vôlei, em disputa de sets (de 18 pontos sem vantagem) em que os pontos são marcados quando a bola cai na quadra adversária, é desviada para fora das quadras pelos mesmos ou bate em qualquer outro jogador e bate no chão.
 
O Futevólei é uma modalidade desportiva em expansão meteórica, de enorme espectacularidade técnica. É um desporto que pode ser observado durante horas e constantemente sermos impressionados com movimentos técnicos de extrema beleza. Existe quem defina Futevólei como "Arte dos pés à cabeça".
 
Esta modalidade atinge o seu auge de espectacularidade quando praticada por duplas, exigindo uma excelente condição física e um leque enorme de atributos técnicos. A variante de quadras pode ser praticada por uma faixa etária bastante alargada.
 
O Futevólei é praticado de uma forma organizada em inúmeros países, existindo já organizações que tutelam a modalidade no Brasil, Argentina, Uruguai, Tailândia, Inglaterra, França, Alemanha, Itália, Grécia, Holanda, Espanha, Áustria, etc. A nível internacional existem duas entidades reguladoras da modalidade, a Federação Internacional de Futevólei e a Federação Europeia de Futevólei.
 
A massificação da prática a nível mundial poderá levar o Futevólei, a médio prazo, a ser considerado modalidade Olímpica, havendo já esforços nesse sentido por intermédio das Federações Internacionais.

Superfície de jogo

O piso deve ser de areia, nivelado, o mais plano e uniforme possível, livre de pedras, conchas ou qualquer outro objecto que possa representar risco de cortes ou ferimentos nos jogadores